Meia Noite em Paris

Nunca diga a um moto-taxi que você está com pressa…. #piadainterna

Aiiiiai…hoje o dia foi cheio de sentimentos/acontecimentos/pensamentos…e a tarde fui com duas miguinhas (Ro e Fran) ver meia noite em Paris…

Surrealismo é a palavra que define o novo filme de Woody Allen. Não sou muito próxima a esse Diretor, mas gostei muito desse filme…às vezes parece que as mensagens querem aparecer pra gente e provar alguma coisa…

“O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido primeiramente em Paris dos anos 20. Reúne artistas anteriormente ligados ao Dadaísmo ganhando dimensão internacional. Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939), mas também pelo Marxismo, o surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na atividade criativa. Um dos seus objetivos foi produzir uma arte que, segundo o movimento, estava sendo destruída pelo racionalismo.”

Owen Wilson interpreta Gil, um “escritor” que não mostra seu novo romance para ninguém. Ele está noivo da patricinha Inez (Rachel McAdams – que parece a Paola Oliveira segundo minha amiga Fran).

Para Gil o paraíso é Paris… E em uma caminhada pro Hotel num dos becos Parisienses Gil “briga entre realidade versus ilusão”, volta no tempo e cai numa viagem surrealista onde encontra vários escritores e artistas famosos como: Pablo Picasso, Ernest Hemingway, Scott Fitzgerald e Salvador Dalí.

 Gil acaba descobrindo um “mundo” paralelo dentro dele próprio.

E o filme segue com músicas gostosinhas (Let’s do it – Cole Porter) e belíssimas imagens de Paris…tem até uma participaçãozinha da Carla Bruni.

E o desenrolar do longa caminha numa linha delicada entre nostalgia/sentimentalismo/surrealismo.

Gil foge da realidade pra buscar uma felicidade total das coisas que não pode ter. Acho que Woody Allen quis reforçar/mostrar (com a personagem Gil) que pro ser humano viver = estar insatisfeito.

Buscamos sempre uma outra realidade e no fim sempre temos a sensação de que a vida do alheio é sempre muito melhor e mais atraente que a nossa…

Vale muito a pena ver o filme!

Anúncios

5 comentários sobre “Meia Noite em Paris

  1. Eiiiiiiii, não disse que ela parece a Ricci, disse que ela parece a Paola Oliveira de Insensato Coração huahauhuaa, mas td bem, perdoo seu erro, vc nem devia estar ouvindo direito, tava esbaforida. Como diria a Rose: #superdó

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s