Dear Channing Tatum….ô lá em casa!

-Vamo no cinema?

Ahh ver o que?

-Ver FRED KRUEGUER! MUAAAA!

Ahh não! Vamo ver Dear John…

-Mas o Álefe não gosta de Dear John, vamo comigo e com o Álefe ver Sexta Feira 13 vai?

E por aí fui eu tentando convencer Rosane Dover de ir ver terror comigo e com o Azinho…não sei porque ainda tento arrancar ela prum suspense hehehe.
Aí tá, beleza. Adaptação do romance de Nicholas Sparks você já imagina alguém morrendo ou uma grande tragédia.E não é bem assim que Dear John funciona. Ele tem lá suas tragédias pititas mas o final não é um típico final de Sparks.

O filme já começa muuuuito do bom: John vai pegar o diário de Savannah (olha o nome da moça…coitada) que caiu na água. Aí você olha o ator que faz John (Channing Tatum) e pensa: Ah não é tão bonito assim…mas depois que o filme vai andando você vai se apaixonando por ele. Bonito, fofo, musculoso, gostoso e cativante. Aaaiai…

Ahahm, mas voltando ao filme como eu disse, é uma história de amor melada de tanto  açúcar. Quem é mantegona vai chorar pra caramba (Né Roh?) e pra quem é mais tijolo, o filme pode não maravilhar e parecer mais um filme de romance.

A história é assim: John Tyree e Savannah Curtis se conhecem e se encantam à primeira vista. John é um soldado e está em licença visitando sua cidade natal. Savannah Curtis é uma estudante que está de férias e visitando sua cidade natal.

O destino e o diário de Savannah que cai no mar une os dois, porém a separação é forçosa. Depois de duas semanas de amor,John volta pra a sua tropa, e Savannah para a faculdade. Eles resistem à ausência e solidão da distância?

Sim! Eles passam a trocar cartas de amor. Mesmo num mundo com MSN e web cams eles usam cartas, isso é fofo. Eu amo cartas! Mas então…depois de um tempo ele volta para casa mas só por um dia. As torres gêmeas caem (11 de setembro) e John resolve se realistar. Claro né…filme Americano tem que mostrar um Patriotismo.

John volta ao exército mas  Savannah toma uma resolução que muda, para sempre, as suas vidas…

Não dá pra julgar a decisão dela. Tudo bem que ela foi uma vadia em terminar com John por carta, mas ela teve suas razões. E no fim as barreiras do amor são vencidas…agrada a quem acredita no amor…

NUS! Ô lá em casaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! hahahahha

Anúncios

8 comentários sobre “Dear Channing Tatum….ô lá em casa!

  1. Pingback: Os números de 2010 « Pela minha via

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s